Eu hei-de amar o pinheiro

Eu hei-de amar o pinheiro
enquanto pinhas não tem;
Aproveita-te menina
enquanto eu te quero bem.

PFT-CdP

Anúncios

Quem tem pinheiros tem pinhas

Quem tem pinheiros tem pinhas
Quem tem pinhas tem pinhões
Quem tem amores tem zelos,
Quem tem zelos tem paixões.

Oh! que pinheiro tão alto!
Por onde botas a raiz?
Na pedra do lavadouro
Onde lava a Beatriz.

Oh! que pinheiro tão alto
Quem lhe há-de deitar a rama
Uma mocinha do Porto
Que se chama Mariana.

Pinheiro dá-me uma pinha
Ó pinha dá-me um pinhão
Menina dá-me os teus olhos
Que eu dou-te o meu coração.

Pinheiro de trinta galhos
Cada galho trinta ninhos
Cada ninho trinta ovos
Faz a conta aos passarinhos.

Rolo que andas a rolar
Onde vais fazer o ninho?
Ao pinheiro da Bemposta
No mais alto ramalhinho.

AS/CEDM

Alto pinheiro ramudo

Alto pinheiro ramudo,
Na ponta pinhas de prata;
Ter amores não me custa,
Deixá-los é que me mata.
(Algarve) II-37

Lá cima naquela serra
Está um pinheiro a arder;
Quem não souber namorar
Faça como vir fazer.
(Baião) II-135

Adeus, pedrinhas do rio,
Aonde eu ‘stive a lavar,
Adeus, sombra dos pinheiros,
Onde eu ‘stive a namorar.
(Mangualde) II-3