Que passarinho é aquele

Que passarinho é aquele
Que está na flor do marmelo?
Está com o bico pic-pic
Com as asinhas quero-quero.

Menina, se tem fastio,
Coma marmelos galegos,
Deite-lhe água na fervura
não descubra os seus segredos.

Tendes dois olhos na cara
Que parecem dois marmelos
Tendes boca de encharroco*
Beiços de apanhar farelos.

* peixe-sapo

FXAO/RCA

Anúncios

Quem tem pinheiros tem pinhas

Quem tem pinheiros tem pinhas
Quem tem pinhas tem pinhões
Quem tem amores tem zelos,
Quem tem zelos tem paixões.

Oh! que pinheiro tão alto!
Por onde botas a raiz?
Na pedra do lavadouro
Onde lava a Beatriz.

Oh! que pinheiro tão alto
Quem lhe há-de deitar a rama
Uma mocinha do Porto
Que se chama Mariana.

Pinheiro dá-me uma pinha
Ó pinha dá-me um pinhão
Menina dá-me os teus olhos
Que eu dou-te o meu coração.

Pinheiro de trinta galhos
Cada galho trinta ninhos
Cada ninho trinta ovos
Faz a conta aos passarinhos.

Rolo que andas a rolar
Onde vais fazer o ninho?
Ao pinheiro da Bemposta
No mais alto ramalhinho.

AS/CEDM

Que passarinho é aquele

Que passarinho é aquele
‘Stá em cima do moledro?
Stá c’o bico pica, pica,
E as asinhas tenho medo.

Que passarinho é aquele
‘Stá em cima do marmelo?
‘Stá co’o bico pica, pica,
E as asinhas quero, quero.

Que passarinho é aquele
‘Stá em cima do zambujo?
‘Stá co’o bico pica, pica,
E as asinhas fujo, fujo.
(Algoz, c. dc Silves.) I-156