És abrunho na doçura

És abrunho na doçura,
És uma ginja na cor;
à amizade que eu te tenho.
Ninguém sabe dar valor.

FXAO/RCA