Sou da serra, sou serrenho

Sou da serra, sou serrenho,
Vendo carne às arrobas,
Não sou como vocês,
Que só comem alfarrobas.

JLV/EP-III: 623