Minha maçã vermelhinha

Minha maçã vermelhinha,
Navega, não vai ao fundo;
Inda que eu queira, nao posso
Tapar as bocas ao mundo.

Minha maçã vermelhinha,
Picada do rouxinol,
Se não fora picadinha,
Era linda como o Sol.

Minha maçã vermelhinha,
Que ma deu um caiador;
Há dois anos ja que a tenho,
Inda não perdeu a cor.

Minha maçã vermelhinha,
Que m’a deu um carpinteiro;
Há tês anos que a tenho,
Inda não perdeu o cheiro.
(Ponte do Lima.)I-140