Loureiro, verde loureiro

Loureiro, verde loureiro
Seca seja a tua rama
Inda não tenho amores
E já me quereis pôr a fama.

O loureiro bate , bate,
Eu bem no ouço bater,
Com as pontas no telhado
Para o meu amor entender.

Se o loureiro não tivesse,
Pelo meio tanta rama,
Da minha janela via
Os olhos da minha Ana.

AS/CEDM