Deixa-me ir, que vou com pressa

Deixa-me ir, que vou com pressa
Ao freixo tirar um ninho.
‘stá o freixo a quebrar
C’o peso do passarinho.

Quando o sol chegar a dar
Na c’roa do alto do freixo
Então saberás amor
A razão por que eu te deixo.