Amieiro à beira-rio

Amieiro à beira-rio
Co’a sombra cobre os peixinhos.
Quem namora às escondidas
Pede abraços e beijinhos.

O amieiro do rio
Dá-lhe o vento balanceia.
O amor que há-de ser meu
Pela porta me passeia.

ACPL/CPVR